sexta-feira, 1 de abril de 2011

A Perua da Barra

Rio de Janeiro, Barra da Tijuca, reduto dos emergentes, gente com muito dinheiro e pouca noção. Quinta feira de um papo despretencioso elevado ao quadrado por um drink com nome de flor. Minha pontualidade britânica duela com o caos do trânsito, sendo assim, lá estava eu esperando minhas companheiras de drinks, e não pude evitar de ouvir a conversa ao lado. (verdade é que eu ADOOOORO ouvir papo alheio... Sai cada um... rendem posts e posts).

Pois vamos ao papo. Tres mocinhas elegantes, cobra, jacaré e elefante (Dó dos animais) tres loiras de caixinha (veja bem nada contra, ou não) discutindo sobre como arrumar marido (rico): 'por que eu quando estava solteira só ia no bar tal e no bar tal, mas tem que chegar depois das 3 da manhã, por que aí, os caras já estão caindo na mesa, eles pegam o que vier' Oi? hein? Ela sabe que está se referindo a si própria como 'o que vier'? Desculpa tia, mas você achou sua bu*&^$*a no lixo?


Chega mais uma integrante...

'Nossa você está loira'

'É fiquei solteira né, mudei o visual, estou malhando. Ai mas namorar é complicado, está tudo caindo, celulite' (e eu pensando por que senhor, por que eu tenho essa mente tão fértil?)

Uma amiga sugere: 'namora no escuro, tá tudo certo'

'ah mas eu gosto de holofotes' (SOCORRO, tira, tira essa imagem da minha cabeça)

Eis que vem a solução: 'fica de quatro que fica tudo esticadinho'

Ó senhor por que não me fizeres surda?! Garçon me traz mais um drink com nome de flor. Por sorte as amigas chegaram logo e voltei à meu pacato conclave brejeiro de sapas comedidas (ou não).

Bjo, não me liga poque hoje vai dar interurbano,
Cames

6 comentários:

Pitty que Pariu disse...

Adorei! Escreve bem. Drink com nome de flor e duelo entre pontualidade britânica e trânsito foram notáveis. E claro, o diálogo que aparentemente é inútil acaba tendo uma ótima função: rir! ;))

beijo

Dalyn disse...

Sim, concordo.
Ontem eu joguei a merda no ventilador, vamos ver no que dá...

Dalyn disse...

Aliás, eu ri bastante com a postagem.

RaveL disse...

rhá! ri com vigor! meu Deus, eu juro que tenho medo de loiras... com raras exceções... i'm afraid!ahahaha
adorei o blog, fodinha^^

Laís disse...

eu acho que não existe coisa melhor praqueles momentos de tédio público que ouvir conversa alheia.

Ella que amava ... Ela disse...

#rindomuito - Muito bom teu texto; também me pego, direto, saboreando um choppinho e prestando total atenção na conversa alheia... são ótimas e, dependendo da cara dos integrantes do grupo, eu até já sei o que vem pela frente.